segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Pequenas coisas que fazem toda diferença

Este fim de semana fiquei entregue as pequenas coisas que fazem uma enorme diferença nas nossas vidas, no nosso humor e na nossa relação com o que nos cerca. Sábado, pela manhã, fiquei lendo um livro de Paul Bruton chamado "A Índia Secreta". Acompanhado por várias varetinhas de incenso , rapidamente lá estava eu no meio da viagem com o autor, acompanhando cada jornada, cada descoberta, cade desventura...
É um livro divinamente maravilhoso por nos proporcionar a possibilidade de termos uma outra compreensão do mundo, das pessoas e de tudo a nossa volta. O período das viagens está compreendido nos anos 40, ou seja, muito tempo atrás. No entanto nos pegamos com a sensação de que esta é a viagem que nós gostaríamos de ter feito ou que pretendemos fazer algum dia. Uma viagem pelos caminhos da alma, encontrando respostas, descobrindo novas perguntas, reencontrando nosso eixo interno.
Ainda vou postar alguns trechos do livro com alguns comentários.
Nossa crise externa é reflexo deste distanciamento do sagrado, do divino e do universo.
Nossa liga só fica completa quando alimentamos nosso espírito e conseguimos nos conectarmos com as suas necessidades. Necessidades estas totalmente diferentes das que nos são exigidas pelo mundo físico o o tempo todo.
Estou com uma ponta de tristeza em estar acabando o livro mas esta fase indiana ainda vai continuar pois estou ancorado em outros livros e autores dentro desta mesma mandala.
É o meu momento, a minha necessidade de instrospecção.
Meu momento sagrado, pequeno mas especial

Nenhum comentário:

Postar um comentário