segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Jerusalém















"O objetivo da procura religiosa sempre foi, na verdade, uma experiência, não uma mensagem. Queremos nos sentir verdadeiramente vivos e realizar o potencial de nossa humanidade, vivendo de modo a estar em sintonia com as correntes mais profundas da existência. Essa procura de uma vida superabundante - simbolizada por deuses poderosos e imortais - inspirou todas as grandes religiões: as pessoas desejavam ultrapassar a mortalidade e a insignificância da experiência terrena para encontrar uma realidade que complementasse sua natureza humana. No mundo antigo, elas achavam que, sem a possibilidade de viver em contato com esse elemento divino, a vida era insuportável".

Livro: Jerusalém - Uma cidade, três religiões
Autora: Karen Armstrong

Com a chegada do período natalino onde nossas emoções se encontram mais abertas e afeitas a sentirem a necessidade que temos de um pouco mais de espiritualidade e menos de materialidade, em que a estrela de Belém que anuncia o nascimento de Jesus nos mobiliza na busca de um sentido para nossas vidas, possamos nós nos dedicarmos a alguns momentos de reflexão interna.

Olhar para dentro de nossos corações e buscarmos o nosso lugar sagrado. Aquele onde nós encontramos silêncio, paz e harmonia. Que possamos ficar ali sentados, em paz e quietos. O tempo suficiente para reconquistarmos o controle sobre nós mesmos.

Que cada um consiga esta oportunidade. Não é fácil em meio a tantas provocações e solicitações externas de consumo. Nosso principal alimento não virá das formas. Virá do sentido!

José Vicent Payá Neto

Nenhum comentário:

Postar um comentário