sábado, 16 de janeiro de 2016

Islâm - Jerusalém, uma cidade três religiões

"No mês de Ramadã d 610 d.c, quando Maomé se entiu avassalado por uma aterrorizante presença divina e as palavras de uma escritura divinamente inspirada jorraram-lhe dos lábios. nos 22 anos seguintes continuou recebendo revelações de Ala, que seus seguidores mais tarde reuniram na escritura arábica conhecida como Alcorão,a Recitação. por fim Deus fala aos árabes bem sua própria língua e os levara para a comunidade dos verdadeiros crentes. Assim Maomé não considerava novidade o que fora revelado através de sua pessoa: tratava-se simplesmente da antiga religião do Deus único que judeus e cristãos veneravam.
A palavra divina exortava os habitantes de Meca a uma entrega espiritual (islãm) de sua vida inteira a Deus. Se vivessem da maneira que Alá desejava e construíssem uma sociedade justa e decente prosperariam e se harmonizariam com as leis divinas fundamentais para a existência.
Islãm, portanto, não significava submissão a algo estranho. Era um ato profundamente natural, segundo a perspectiva do Alcorão. Deus enviava profetas  e mensageiros a todos os povos da terra para lhes dizer como deviam viver"

Livro: Jerusalém Uma cidade três religiões
Autora: Kate Armstrong

Nenhum comentário:

Postar um comentário