sexta-feira, 24 de junho de 2016

Pelas Portas de Ouro - Mabel Collins - A Lição

"Nenhum homem pode julgar a outro senão na medida do seu próprio discernimento; não prejudiques as tuas próprias possibilidades de desenvolvimento, condenando em outros a possessão de faculdades que não conheces.
O pensamento se lança com maior rapidez que o fluido elétrico; cada aspiração resplandescente relampagueia e chama a atenção do Mestre distante, que sempre vela.
"Confia ao Senhor tua carga", confia no Ser Superior. Usa do corpo como de um meio para dar maior força à conexão com o espírito e para abrir caminho às suas descidas.
Mata a ambição; é um inimigo mortal e covarde, cujo poder sobre ti se acha aumentado pela provação dos demais.
É Carma quem te manda a este mundo, ao qual chegas só, no qual te deixa só e do qual tirar-te sozinho. A Lei de Carma é a lei da conservação da energia, tanto nos planos mortais como nos espirituais da natureza.
O corpo é o retrato da mente. O artista ao contemplar suas discordâncias, deplora seu fracasso mas não sabe como remediá-lo. Isto é incumbência do espírito e uma vez isto verificado, fica no exterior um reflexo verdadeiro da Alma interna.
O mané que alimenta o espírito, se oculta à vista. O Espírito Universal o proporciona".

Nenhum comentário:

Postar um comentário