segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Humildade

"Sê humilde se queres atingir a sabedoria e mais ainda quando a tiveres adquirido" Helena Petrovna Blavatsky.

Ensinamento mais do que necessário para os dias atuais em que vivemos tempos de intolerância, violência, intransigência e sofrimento.
A cada dia que passa novas descobertas são realizadas pela ciência. Porém, ainda somos uma Humanidade capaz de desperdiçar diariamente alimentos que dariam conta de alimentar 800 milhões de pessoas.
Nos prendemos a julgar o próximo a partir de nossas próprias convicções sejam estas políticas, religiosas, econômicas ou sociais como observamos recentemente na discussão sobre oi uso ou não em praias francesas do burkini por mulheres muçulmanas. Colocamos "nossos valores" a frente de um possível entendimento. Nesta hora não olhamos o outro. Enxergamos apenas nossas próprias convicções.
Humildade é uma palavra simples. Sonoramente silenciosa. Para ser compreendida e vivida em cada momento como um agradecimento permanente por tudo que a vida nos dá e proporciona. Sejam as coisas boas ou as dificuldades no nosso caminho.

Não se trata de uma servilidade a fé cega e alienante como poderiam pensar algumas pessoas. Humildade é capacidade de se resignar para compreender o que nos está sendo mostrado em uma face que nem sempre nossa razão ou emoção é capaz de absorver e compreender.
Os golpes que a vida na maioria das vezes nos tira do prumo e nos deixa uma sensação de irracionalidade da vida. 
O eterno porque? Porque aconteceu comigo? Normalmente a dúvida vem quando os fatos nos tiram alguma coisa. Muitas vezes a segurança e previsibilidade. Sentimentos que criamos como maneira de viver mas que no fim, só nos desprotege.
O caminho em cada uma das vidas que vivemos e foram tantas que se passaram e haverão de passar é estreito e na maioria das oportunidades instável e cheio de surpresas.
Queremos certeza onde só podemos encontrar brumas. Queremos resultados antecipados onde só podemos encontrar infinitas possibilidades. Queremos calma onde só existe mudança.
Portanto, humildade seria uma forma silenciosa de observar, compreender e receber o que a vida nos oferece.

Assim como os mares e as marés. Os ciclos solares e lunares. As vagas de vida que vem e que vão. Tudo passa. Ainda isto passará como dizem os aforismos ocultistas. Nos cabe buscar a clareza espiritual para discernir sobre o que está acontecendo conosco, com a nossa família, com a nossa vida e com a dos outros.
As piores experiências e elas podem ocorrer a qualquer momento, nos devastam por completo como uma tsunami que arrasa nossos alicerces mais profundos.
Perdemos a fé!
Perdemos a esperança!
Desencantamos do mundo!
Ainda assim haveremos de seguir em frente! Ainda assim será necessário acordar, arrumar a bagunça. Reorganizar a vida e seguir em frente.
A vontade de ancorarmos nosso barco nas nossas tristezas e dramas será forte. Aparentemente justificável.
Ainda assim, temos de seguir em frente e deixar que a Vida entre novamente por todos os nossos poros. Será necessário deixar que a luz nos banhe com sua infinita capacidade de renovação e renascimento para que possamos descobrir em nós, o sentido "aparentemente" perdido de que viver vale muito a pena.
Não é fácil.
Viver não é fácil.
Queremos que o sopro do vento nos traga sempre conforto como o algodão que acaricia e limpa a nossa pele das impurezas da lida diária. As vezes, será a lixa dura que irá fazer o trabalho de transformação e de renascimento. Vai arrancar de nós uma dor profunda e uma incompreensão infinita da vida nos oferecendo uma nova pele ainda sensível ao toque que aos poucos irá readquirir sua textura para nos dar novamente um senso de conforto.
Que possamos em nossos corações sermos humildes e compassivos conosco nos perdoando e perdoando ao próximo. Que possamos encontrar na aparente lama dura que nos assola em um desmoronamento as trilhas e veios por onde um novo rio de esperança possa correr.
Força a todos que neste momento estão seja aqui ou em outros planos passando por algumas dificuldade.
Que os Seres de luz possam dar conforto e orientação!
Paz a todos os Seres!



Nenhum comentário:

Postar um comentário